Bem-vindo(s) ao Blog do Duds.
Você que já conhece todo o esquema, é só se encaminhar para o(s) texto(s) abaixo(s) para ler, e depois, comentar (sobretudo aqueles que são obrigados, por mim, a fazê-lo).
Os que estão aqui pela primeira vez saibam que é sempre um prazer receber gente nova com vontade de ler alguma coisa para passar o tempo. E ainda melhor, é receber comentários de gente nova com vontade de ler alguma coisa.
Enfim, este é um blog simples, de uma criatura simples, com textos próprios, umas idéias loucas, cheio de boas intenções, metáforas e bolinhas do pacman.
Divirtam-se.

Arquivo do blog

sábado, 3 de julho de 2010

Ex-sentimentos e deficiências emocionais.

Vai falar agora o (res)sentimento gritante
Que toma conta de mim agora
Não fuja, não se espante
Ouça, depois vá embora

Sei que a outros você gosta de contar
O quanto engoli perdões e culpas
Mas antes de tudo acabar
De novo, você pedirá desculpas

Saiba que a consciência limpa me conforta
Supera o sentimento que vi morrer
E que, afinal, já não importa
Para um coração cansado de sofrer

Mas continue, siga em frente
Que tal procurar uma nova paixão?
Ou tentar um rumo diferente
Algum cego há de dar-lhe a mão

E no fim você continuará vazio, pedante
E não há nada que eu queira fazer
A quem não me ouviu em nenhum instante
Mas estava em mim, precisei dizer

E a discórdia que tu semeia
Nesse toque sombrio, fatal
Não é proposital, mas creia
Eu vou rir de você no final

5 comentários:

MC* disse...

O final é o melhor. Deu vontade de dar aquela risada sombria e perversa MUAHAHAHAHAHA Lindo *-*

Eu queria ver quantas pessoas vão jogar na google "pedante" huahuahuahuahuahua

caio costa disse...

QUE PROFUNDO! adorei, HAHA.Você é tão maal, menino!

Luis disse...

Nossa, amei *.*

Léo disse...

Não canso de dizer como vc escreve bem e como eu admiro a forma como vc consegue transformar até mesmo um sentimento que pode não ser bom em algo bonito e profundo. ler esse texto foi um tanto nostálgico pra mim e me fez pensar em muitas coisas >.<
Parabéns viu... =)

Thiago disse...

Além de você ser um ótimo escritor, algo que já foi dito aqui, pode-se ver que você é um pensador. Além da maldade percebida do texto, vejo aqui um texto de auto-ajuda, excelente. Agora vou parar de fazer o crítico e me despedir, dizendo que esse foi um texto como os outros visto aqui: ótimo.